Chamada de comunicações/Call for papers

Calendário

31 de outubro de 2021: limite para o envio de propostas de comunicação  

7 de janeiro de 2022: limite para a notificação sobre a aceitação ou rejeição das propostas de comunicação 

28 de fevereiro de 2022: entrega das comunicações (poderão ser revistas depois da reflexão operada no Congresso) 

 

Elementos para a formalização das propostas

A proposta de comunicação deve ser concretizada através de documento de texto enviado para: congressopadroeira.ippem@gmail.com

 

Elementos sem os quais a proposta não pode ser avaliada:

— Título da comunicação em português e inglês
— Autor(es) e filiação institucional/académica

— Resumo em português e em inglês (até 2500 carateres com espaços incluídos)

— Nota biográfica do(s) autor(es) em português e inglês (até 1500 caracteres)

— Endereço eletrónico

EIXOS TEMÁTICOS DAS COMUNICAÇÕES

1.ª SESSÃO:

HISTORIOGRAFIA: ESTUDOS SOBRE UM TEMA MAIOR

 

O debate gerado em torno da reflexão acerca do papel da Mãe do Deus dos cristãos no seio da comunidade crente gerou — também na comunidade académica — interesse maior que se consubstanciou, entre outros, no rastreamento de posições, muitas vezes sustentadas por leituras políticas e sociais que interessaram aos intelectuais e a outros revisitadores do tema, a fim de auscultarem o que pensaram outros pensadores e que posicionamento tomaram em cada época histórica.

Pretende a 1.ª sessão do Congresso proceder ao estado da arte relativamente à historiografia sobre os estudos marianos em Portugal e no mundo ibero-americano.

 

Áreas disciplinares especialmente convocadas à reflexão: História, Mariologia.

 

 

2.ª SESSÃO:

FUNDAMENTOS BÍBLICOS E DISCURSO PARENÉTICO

Não sendo abundantes as referências a Maria nos textos sagrados, a narrativa bíblica mostra-a como mulher especialmente consagrada a Deus e com papel fundamental na economia da história da salvação. Amplamente glosadas, essas referências foram intertextualmente ligadas a passagens outras, algumas bem mais antigas, lidas segundo o pensamento teológico de cada contexto histórico.

Pretende a 2.ª sessão do Congresso refletir sobre a forma como a Virgem Maria é tomada a partir das fontes primárias que dão fundamento à comunidade dos crentes e a partir dos discursos que umbilicalmente a estas se encontram ligados e delas derivam.

 

Áreas disciplinares especialmente convocadas à reflexão: Ciências da Religião, Literatura, Mariologia, Teologia.

 

 

3.ª SESSÃO:

REPRESENTAÇÕES INSTITUCIONAIS, PLÁSTICAS E ARTÍSTICAS

Fruto das leituras que encomendantes e artistas operaram a partir dos traços semânticos associados à figura da Virgem Maria, a arte de temática mariana, nas suas diferentes expressões plásticas, manifesta-se ‘topos’ de constante (re)criação e (re)construção, conforme as épocas históricas, desde a Antiguidade à Contemporaneidade, e nos diferentes contextos estéticos, incluindo os museológicos, sejam estes contextos defensores da figuração ou da abstração.

Pretende a 3.ª sessão do Congresso abordar a visão dos artistas, nos diferentes tempos históricos e nas diferentes categorias estéticas, desde as artes plásticas às da representação cénica, relativas à importância da representação da Virgem Maria.

 

Áreas disciplinares especialmente convocadas à reflexão: Arte, Ciências do Património, Cinema, Estética, História da Arte, Museologia, Teatro.

 

 

4.ª SESSÃO:

MARCAS MARIANAS NA CULTURA DOS POVOS

A importância vivencial que o tema mariano demonstrou ao longo da história do Cristianismo levou à impressão de diferenciadas marcas culturais nas sociedades, marcas que se percecionam em diferentes campos de abordagem como são a antroponímia e toponímia, e, bem assim, as expressões artísticas de cunho literário que fizeram ecoar, inclusive nos Media, aspetos de Maria como tipificadores da condição humana: entre outros, a maternidade, a humanização da religião, a visão da mulher, a mulher das dores.

Pretende a 4.ª sessão do Congresso atualizar o conhecimento dos diferentes fenómenos que exibem a marca mariana na cultura, popular ou erudita.

 

Áreas disciplinares especialmente convocadas à reflexão: Antropologia, Ciências da Comunicação, História, Literatura, Música, Sociologia.

 

 

5.ª SESSÃO

RELIGIOSIDADE POPULAR, DISCURSOS TEOLÓGICOS E VIVÊNCIAS CULTUAIS

O culto mariano, consubstanciado em diversas manifestações, entre as quais as peregrinações e visitas aos santuários, reveste-se de múltiplas formas de devoção, desde as estabelecidas pela norma litúrgica às relacionadas com práticas relativas a uma espiritualidade pessoal ou coletiva que se exterioriza através do tópico da festa.

Pretende a 5.ª sessão do Congresso analisar, à luz do entendimento atual da pastoral da Igreja Católica, as práticas devocionais e a sua relação com os que frequentam os lugares de culto marianos, sejam crentes, sejam turistas ou outros visitantes.

 

Áreas disciplinares especialmente convocadas à reflexão: Antropologia, Liturgia, Mariologia, Teologia, Turismo.